visitas

quarta-feira, dezembro 13, 2006

SOLIDÃO VISTA POR CHICO BUARQUE

Solidão não é a falta de gente para conversar, namorar, passear .... isto é carência.

Solidão não é o sentimento que experimentamos pela ausência de entes queridos que não podem mais voltar... isto é saudade.

Solidão não é o retiro voluntário que a gente se impõe, às vezes, para realinhar os pensamentos... isto é equilíbrio.

Solidão não é o claustro involuntário que o destino nos impõe compulsoriamente para que revejamos a nossa vida... isto é um princípio da natureza.

Solidão não é o vazio de gente ao nosso lado... isto é circunstância.

Solidão é muito mais do que isto.

Solidão é quando nos perdemos de nós mesmos e procuramos em vão pela nossa alma.

(Francisco Buarque de Holanda)

27 Comments:

Blogger Dafne said...

Esta tua escolha logo pela manhã, deixou-me profundamente emocionada, isto porque a solidão é algo tão indescritível, que são poucas as frases ou as palavras que a conseguem definir.
Gostei muito, minha amiga...
Um bj

14/12/06 10:02  
Blogger greentea said...

nesta época, em que as pessoas cultivam as euforias do shopping e da mesa farta, angustia-me a ideia do desperdicio, da solidão, do desamor, da pobreza, das carencias de toda a ordem que certas pessoas têm ...
Um beijo grande para ti

Tirem-me desta cena !é o meu grito.
E tenho estado a despachar o meu trabalho para poder sair daqui pra fora.

14/12/06 10:54  
Blogger Rosario Andrade said...

Bom dia Xikita!
Concordo, a solidao vem de dentro, nao depende do que nos rodeia. Pode-se estar com dezenas de pessoas e estar-se só.
Bjicos anchos

14/12/06 14:13  
Blogger Mãe Frenética said...

Este homem é um génio. É q é mesmo isso!!!

14/12/06 17:18  
Blogger viajante said...

Vamos "espreitando" e gostando.

14/12/06 19:03  
Blogger ARTEMINORCA said...

Lindo... Só alguém tão sensível como Chico Buarque para o escrever e como tu para o publicares para nós. Obrigada! Beijinhos, Lu

15/12/06 01:24  
Blogger Xica said...

Dafne
Como é que este senhor e outros tantos (como o Fernando Pessoa de que tanto gostamos) conseguem pôr em palavras aquilo que tantas vezes sentimos mas não conseguimos definir?
Eu tb gostei muito. Beijitos

Greentea
Também é do que me lembro mais: idosos sem ninguém, mendigos, crianças em instituições (e isto só por cá qt mais lá fora onde há guerra, fome, tortura, exploração...). E nós damos uma migalha p nos sentirmos menos culpados neste nosso desperdício.
Beijitos

Rosário
É isso mesmo. Podemos ter uma multidão à volta e ainda assim, se não houver compreensão, estamos sós.
Beijitos.

Mãe frenética
Se é. Há aquelas pessoas que têm o dom de conhecer a alma. Ele é uma dessas pessoas.

Viajante
Que bom.
Beijitos.

Lu
És uma querida. Beijitos.
Beijitos

15/12/06 10:24  
Blogger AEnima said...

xica, que fazes tu para a combater? eh que eu ja nao aguento muito mais...

15/12/06 18:37  
Blogger Jade said...

Às vezes, gosto de solidão, que nas palavras do Chico Buarque não é propriamente solidão mas sim equilíbrio. Quando nos perdemos de nós mesmos é terrível, mas igualmente terrível será também a profunda solidão a que muitas pessoas estão entregues.
Beijinhos Xica!

15/12/06 23:19  
Blogger greentea said...

bom dia , xica!!

18/12/06 10:04  
Blogger Xica said...

Aenima
Infelizmente ainda não tenho remédio, qd o tiver imediatamente o partilho contigo. Mas tu certamente que por terras do Tio Sam a deves sentir muitas vezes (pelo menos a carência e a circunstância).
Beijitos.

Jade
Sim, infelizmente existe muita solidão (carência) imposta e não procurada. Ás vezes também preciso de estar em equilíbrio, faz-me bem.
Beijitos

Greentea
Bom dia. Já te vou visitar. Beijitos.

18/12/06 10:15  
Blogger Patrícia said...

Pfff... solidão...

Obrigada pela companhia, Xica ;)

Beijinhos

18/12/06 12:27  
Blogger Raquel Santos said...

tb adoro chico buarque
hummmmmm

bjs

19/12/06 00:46  
Blogger greentea said...

bom dia , xica

19/12/06 09:15  
Blogger AEnima said...

Xica... nem sequer ha bacalhau! :) paciencia... ha dias melhores que outros!

19/12/06 17:26  
Blogger Carla Silva said...

Solidão é estar rodeada de gente e sentir-me só.
Feliz Natal e Bom Ano com muita saúde e paz para ti e família.
Beijinhos.

20/12/06 09:27  
Anonymous Anónimo said...

vem até à minha aldeia que não sentes a solidão, sobretudo qd acendermos o lume da meia-noite...

Um abraço para ti

20/12/06 19:27  
Blogger greentea said...

bon dia xica


Um abraço cheio de SOL !!

21/12/06 09:45  
Anonymous M. said...

Oi Xica ! Beijinho também para ti e um bom natal !

21/12/06 18:10  
Blogger AEnima said...

xica, foste, tens sido, e es, mesmo muito querida, mesmo mesmo mesmo. Olha que nao vou esquecer a tua preocupacao, e todos os dias ires "ver" se estou bem, essas coisas... marcaste-me. I have always believed in the kidness of strangers... Incrivel, nao eh? Obrigado. Mesmo.

21/12/06 20:02  
Blogger amigona said...

Beijo amiga e boas festas...

22/12/06 08:39  
Blogger blugaridades said...

Gostei muito de ter passado por aqui. Desejo-te um Santo e feliz Natal. Quanto aos professores, minha querida, devo-o aos meus pais o facto de me terem proporcionado os estudos e também aos aninhos que já tenho. Infelizmente, nenhum deles se encontra entre nós. Deixaram-nos a sua obra.
Beijos

22/12/06 10:53  
Blogger Xica said...

Patrícia
Beijitos.

Raquel
É um senhor Lol.
Beijitos.

Greentea
Bom dia, todos os dias.
Beijitos.

Aenima
Não tens de quê. Se fosse eu tb havia de gostar. Beijitos e aguenta aí.

Carla
Tudo de bom p ti e p os teus.
beijitos.


Avelana
Só pelas fotos dá p perceber que a tua aldeia é muito aconchegante.
Beijitos e tudo de bom.

m.
Continua assim. Tudo de bom. Beijitos.

Amigona
Tudo de bom. Beijitos.

Blugaridades
Sim a sua obra é muito importante mas tu tiveste a sorte de os conhecer. Tudo de bom p ti e p os teus. Beijitos.

22/12/06 11:03  
Anonymous Anónimo said...

Este post tem mais de uma semana, mas não faz mal.
Eu AMO o chico. É um amor de irmão, de companheiro de estrada, de companheiro de luta.
É amar tudo o que ele escreve.
É amar tudo o que ele canta!!!
o Chico é um Nome Maior na música e na poesia brasileira e mundial!

22/12/06 17:08  
Anonymous Família Veronesi said...

Olá
Passando para esclarecer um equívoco. O Poema "Solidão" não é do Chico Buarque mas da escritora Fátima Irene Pinto. Trata-se de página de dois livros dela, a saber:Ecos da Alma e Palavras Para Entorpecer o Coração, além de estar editado em seu site www.fatimairene.com
Os livros estão disponíveis nas boas livrarias do Brasil
Ficamos gratos com a devida correção da autoria
Família Veronesi

14/8/07 07:03  
Anonymous Anónimo said...

Gente, cuidado!! O poema solidão não é do Chico Buarque não!!! Eu também quase caí nessa... O poema é de uma poetisa paulista, com livros publicados por uma editora de Belo Horizonte. O nome dela é Fátima Irene Pinto. Podem buscar aí no google.

21/2/10 23:01  
Anonymous Anónimo said...

O poema de Chico Buarque ajudou-me a colocar o nome certo na coisa certa. Tantos erros que cometemos na vida porque não identificamos os nomes das coisas.Foi uma feliz coincidência.

29/12/10 14:12  

Enviar um comentário

<< Home